Copywriting

Anatomia de copy de uma Carta de Vendas vencedora pt.1

Allison Nascimento
Escrito por Allison Nascimento
Anatomia de copy de uma Carta de Vendas vencedora pt.1
Para qual email eu posso enviar conteúdo exclusivo?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fala copywriter, então neste capítulo, nós começaremos a estudar os princípios de copy de um carta de vendas vencedora, sabe aquela copy que quando você vê, ela te deixa de queixo caído?

Eu sei que para muitos dos que me acompanham, escrever uma carta de vendas é tarefa complicada. Na verdade, era! Porque a partir de hoje será mais fácil…

Embora uma boa carta de vendas possa parecer difícil de escrever, prometo que, quando você se acostumar a fazê-las, desenvolverá um ritmo e descobrirá que elas começam a se tornar realmente fáceis.

Então, antes de eu entrar em uma fórmula de copywriting que você pode usar para criar uma grande carta de vendas, eu quero passar algum tempo apenas passando por cima de algumas das características de grandes cartas de vendas:

10 Principais Características das Grandes Cartas de Vendas Vencedoras

1. Uma lead atraente

Já falamos muito sobre isso, então não vou entrar em detalhes aqui, mas a sua lead é o que vai determinar se alguém lê sua copy ou não, então, na verdade, é a parte mais importante da sua carta de vendas .

Caso tenha perdido o conteúdo falando sobre as LEADS, veja nos links abaixo ↴

2. Uma BIG IDEA

As melhores cartas de vendas concentram-se em uma ideia ou emoção. Em vez de escrever uma copy que se liga às tangentes, uma boa carta de vendas tem um foco firme.

3. Simplicidade

Por isso, quero dizer que você deve escrever uma copy simples que soa como seus clientes potenciais falam. Você pode ter um vocabulário enorme, mas muitas dos seus prospects podem não ter. Portanto, simplifique usando palavras curtas, um tom de conversa e breves parágrafos.

4. Emocionado, mas apoiado pela lógica

As pessoas compram pela emoção e justificam pela lógica
As pessoas compram pela emoção e justificam pela lógica

Como discutimos antes, as emoções são o que fazem as pessoas quererem comprar. Então, eles procuram razões lógicas para sustentar sua compra. Assim, uma boa carta de vendas vai certamente fazer um apelo emocional, mas não terminará aí – justificará uma compra com estatísticas, depoimentos, anedotas, etc.

5. Quebra de Objeção

Não importa o que você está vendendo, seus clientes potenciais terão alguma resistência. Grandes cartas de vendas chamam as preocupações das pessoas e explicam por que elas não são imerecidas.

6. Uma garantia forte

Uma garantia forte faz com que a compra seja menos arriscada para seus clientes em potencial. Por exemplo, em todas as minhas cartas de vendas, eu sempre ofereço uma garantia de reembolso de 100% sem perguntas por 30 dias. Às vezes, uma boa garantia pode ser suficiente para empurrar prospectos que estão em cima do muro para tomar uma decisão.

7. Um CTA claro

Cartas de vendas bem sucedidas não batem em torno do arbusto quando se trata de pedir para o cliente tomar uma decisão. Em vez disso, eles oferecem uma diretriz clara como “Compre agora” e repetem algumas vezes em toda a carta de vendas.

8. Boa Edição

As melhores cartas de vendas são editadas com rigor. Como eu disse antes, pode haver uma tendência a dizer mais do que você precisa para fazer a venda. Embora não haja regras rígidas sobre quanto tempo sua carta de vendas deve ter, você vai querer ter certeza de que só tem copy suficiente para fazer a venda, e que você exclua impiedosamente qualquer coisa que não o faça.

9. Escassez

A escassez é uma tática que encoraja seus clientes potenciais a agirem agora para que não percam tempo e deixem a oportunidade passar. Para usá-lo, grandes cartas de vendas, muitas vezes, dão algo grátis para as primeiras 50 pessoas que se inscreverem ou disponibilizarão um preço especial por um tempo limitado. A urgência obriga as pessoas a pararem de pensar em comprar e apenas tomarem uma ação.

10. Uma estrutura bem pensada

Quando você está criando uma carta de vendas, há uma tonelada de coisas que você provavelmente quer dizer sobre o que está vendendo. Tudo bem, se é a copy que move a venda para frente, mas ela deve ser enquadrada em uma estrutura que maximize suas conversões. Não coloque um monte de coisas sem sentido, ou que você ache que seja importante. Cada frase deve ser elaborada, bem pensada e revista várias vezes. Corte o que for desnecessário. Em vez disso, pense como seus prospects e crie uma carta de vendas persuasiva que responda a perguntas e objeções, pois provavelmente elas surgirão.

Agora que examinamos as características das grandes cartas de vendas, vamos falar sobre fórmulas de copywriting para cartas de vendas.

Há muitas fórmulas por aí, mas o que eu vou mostrar para vocês hoje foi criado por Perry Belcher , o co-fundador da Digital Marketer.

A razão pela qual eu escolhi este não é porque é o melhor que existe – talvez seja, talvez não seja – provavelmente depende do que você está vendendo. Em vez disso, eu escolhi porque é super detalhada e se você é relativamente novo em copywriting, acho que vai te ajudar mais.

Tenha em mente que você não precisa seguir esta fórmula para ter uma carta de vendas vencedora. Uma vez que você perceba o que funciona e o que não funciona, você provavelmente vai querer ajustá-la um pouco para torná-la mais aplicável ao que você está vendendo e quem são seus clientes potenciais.

Embora a maioria das minhas cartas de vendas incorpore essas seções, nem sempre escrevo na ordem que estou prestes a ensinar, se acho que faz mais sentido estruturá-las de maneira diferente. No entanto, esta fórmula lhe dará um ótimo ponto de partida para criar suas próprias cartas de vendas.

Dentro do meu curso avançado de copywriting ensino mais de 10 estruturas de cartas de vendas. Eu faço isso para dar a opção aos meus alunos deles escolher qual o estilo que eles preferem.

Se você quiser saber mais. Clique aqui e aprenda copywriting na prática.

Tudo bem, então vamos começar. Aqui está o esboço completo da fórmula da carta de vendas de 21 passos de Perry Belcher:

  1. Conecte-se com o seu público
  2. Obtenha sua atenção com uma grande promessa na headline
  3. Sustenção para a headline com uma explicação rápida
  4. Identifique o problema
  5. Forneça a solução
  6. Mostre dor e custo de desenvolvimento
  7. Explique a facilidade de uso
  8. Mostrar velocidade dos resultados
  9. Elenco Futuro
  10. Prove que você é o especialista
  11. Detalhe os Benefícios
  12. Mostrar prova / depoimentos
  13. Faça sua oferta
  14. Adicionar bônus
  15. Construa seu valor
  16. Revele seu preço
  17. Injetar Escassez
  18. Dê uma garantia
  19. Dar um CTA
  20. Dê um aviso
  21. Fechar com um lembrete

OK, então vamos passar por estes um por um e falar sobre o que eles significam.

1. Conecte-se com o seu público.

Você quer que seus possíveis clientes pensem: “Ei, isso é para mim”, quando chegarem à sua página de vendas. Então, um exemplo disso seria o texto no topo da sua carta de vendas que se parece com algo assim:

ATENÇÃO: Homens e Mulheres que estão Lutando para Perder Peso

ou

Para: Todos os donos de empresas online que desejam vender mais produtos e serviços

Perceba que existe uma ~segmentação clara~, a pessoa sabe que você está falando diretamente com ela.

Lembre-se de conhecer muito bem o seu público e de saber qual é o estágio de consciência dele.

2. Obtenha sua atenção com uma grande promessa na headline

Faça uma quebra de padrão e ganhe a atenção do seu avatar.
Faça uma quebra de padrão e ganhe a atenção do seu avatar.

Já discutimos isso antes, mas sempre que você escreve uma headline, você está fazendo uma promessa de algo que seu avatar tem a ganhar com aquilo que você está oferecendo. Às vezes, essa promessa é muito direta e outras vezes, está implícita.

Deixe-me mostrar o que quero dizer com alguns exemplos:

Como aumentamos nosso tráfego no Facebook em 332% em 2018

O Guia Prático de Gramática para Concursos – Feito para Quem não tem tempo de estudar.

3. Sustenção para a headline com uma explicação rápida

Então, como eu disse, você está fazendo uma grande promessa em sua headline e, naturalmente, qualquer pessoa que esteja lendo é provável que seja cética. Elas provavelmente estão pensando que há uma pegadinha em algum lugar – ou não é tão fácil quanto você disse que é ou sua solução é apenas para um certo tipo de pessoa ou vai levar uma tonelada de tempo ou algo assim.

Para compensar isso, Belcher sugere uma sub-headline que apóia sua grande promessa. Então, deixe-me dar um exemplo aqui.

Nova descoberta científica ajuda qualquer um a obter um corpo pronto para o verão

Eu posso criar um subtítulo que suporte esse título que se pareça com algo como:

… Sem desistir de suas comidas favoritas
… em menos de 30 dias
… sem matá-lo na academia todos os dias
… mesmo se eles tentam, sem sucesso, perder peso por anos
… mesmo que eles não tenham tido sorte com dúzias de outros programas populares de dieta

Não apenas os subtítulos como esses acrescentam mais intriga, mas também ajudam a esmagar algumas das objeções mais pesadas do seu leitor e ao ler sua grande promessa com esse tipo de sustentação, gera a crença nele de que é possível.

OK, continuando …

4 . Identifique o problema

Toque na dor do seu avatar
Toque na dor do seu avatar

Sua solução resolve um problema que o cliente em potencial tem. É aqui que você deseja entrar nos detalhes desse problema para que eles saibam que você entende o que eles estão passando e têm a solução certa para eles.

Você pode fazer isso relacionando uma história sobre outra pessoa ou compartilhando uma das suas próprias lutas.

Eu normalmente gosto de passar muito tempo nesta seção, realmente me certificando de provocar emoções.

Eu escrevi uma Copy no nicho de emagrecimento, focado 100% em mulheres. Dentro dessa copy havia algo do tipo:

“Você já ficou frustrada na hora de comprar uma roupa nova, e na hora não encontrar a peça que você queria no seu tamanho?
Você já desejou usar uma calça branca, sem se sentir mal com ela?
Já sentiu vontade de usar um biquini e arrancar os olhares de outros homens, te desejando e dizendo o quanto você é bonita?”

Eu sei, esse tipo de abordagem pode parecer pesada. Mas ela se comunica diretamente com o lado emocional de quem está lendo e ouvindo.

5. Forneça a solução

Agora que você identificou o problema, está pronto para informá-lo sobre sua solução incrível. Mas não entre nos detalhes ainda – tenha uma visão geral ampla.

Além disso, como provavelmente existem produtos similares concorrentes no mercado, você vai querer explicar aqui o que há de tão especial em sua solução e por que não há nada como isso.

Aqui está a seção onde você passa a discutir a sua oferta. O foco está em mostrar que o seu produto é a melhor opção para a pessoa.

6. Mostre dor e custo de desenvolvimento

Tudo bem, seguindo em frente … agora que você introduziu sua solução, você quer dizer aos seus clientes em potencial as dificuldades que você passou para desenvolvê-la. Isso ajuda a criar rapport, porque você está mostrando a eles que você pode se relacionar com seus desafios.

Nesse momento você começa a construir valor na mente do seu avatar. Mostre pra ele o tanto que foi difícil, quais foram as suas dificuldades.

Ok, pessoal, a esta altura, vou encerrar o capítulo. Eu vou terminar de mostrar o esboço de copywriting do Perry Belcher nos próximos dois capítulos. Vejo você lá!

Ah! Se você quer aprender copywriting na prática, você pode se inscrever para minha próxima turma de estudos avançados em copywriting e vendas online. Clique Aqui e Saiba Mais.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.