Como ser um bom escritor? Dicas práticas para o dia-a-dia

Como ser um bom escritor? Dicas práticas para o dia-a-dia
4.5 (90%) 2 votos

Caro leitor esse post vem com o intuito de trazer conselhos práticos para que você melhore a habilidade da escrita. E não somente uma escrita comum, mas a escrita persuasiva. Esse post é sobre a arte de escrever.

Todas as pessoas no mundo globalizado em algum momento vão necessitar saber como escrever bem, como alcançar uma fluência na hora da escrita.

Seja para fazer um trabalho de faculdade, o famoso e terrível TCC para algumas pessoas, ou para escrever um artigo em um blog, ou para escrever uma carta de amor, ou simplesmente para colocar suas ideias no papel.

Não importa o seu objetivo, você pode aprender como escrever bem e como escrever melhor.

Nesse post você aprenderá dicas básicas, que quando aplicadas podem te levar a um novo patamar.

Veja algumas das dicas que David Ogilvy enviou aos seus funcionários, em 7 de Setembro de 1982. Se você não conhece esse homem, ele foi um dos maiores copywriters de todos os tempos.

  1. Escreva do jeito que você fala. Naturalmente;
  2. Use palavras curtas, sentenças curtas, e parágrafos curtos;
  3. Nunca use jargões, palavras que sejam difíceis elas vão fazer você parecer pretensioso;
  4. Nunca escreva mais do que duas páginas sobre o mesmo assunto;
  5. Verifique suas frases;
  6. Nunca envie uma carta ou um memorando no dia em que você escreveu. Leia-o na manhã seguinte e em voz alta, e então edite-o;
  7. Se algo for importante, dê para um colega melhorá-lo;
  8. Antes de enviar sua carta, tenha a absoluta certeza de que o que você escreveu está claro como o cristal, e que está passando a mensagem que você deseja.

O ponto chave é você pegar uma grande ideia e trabalhar em cima dela por um período, entender a mensagem que você deseja trazer e fazer isso com a máxima clareza possível.

COMO SER UM UM ÓTIMO ESCRITOR

Como profissional eu sempre busco ideais não usuais, esse é o meu ponto chave para ter sucesso no que faço.

Sem uma boa propaganda nenhum produto ou empresa consegue sobreviver por muito tempo no mercado, e a propaganda começa com uma ideia que vai para o papel.

Mesmo que ela vire um vídeo ou uma mídia impressa, você precisa de um redator para escrever a ideia ou o roteiro.

Não existe algo específico que te torne um bom redator. A boa escrita engaja, informa e diverte o leitor. Você não precisa ser um jornalista ou ser um mestre em Português. De fato, o que você precisa é construir certos hábitos.

Quando eu digo “hábitos” eu quero dizer dois hábitos em particular: Ler e escrever constantemente.

Leitura é o combustível do cérebro.

Tudo o que você lê fica arquivado no banco de dados do seu cérebro. Quanto mais você ler, melhor você conseguirá se comunicar, talvez essa seja uma das maiores habilidades dos escritores.

Você não deve ser somente um leitor voraz, você deve ler assuntos variados. Cerque-se de bons conteúdos, de bons assuntos, e tenha equilíbrio. Lei sobre dietas, finanças, ficção e não ficção.

Se possível leia livros de grandes autores como: Paulo Coelho, Augusto Cury, Stephen King, J. K. Rowling, George R. R. Martin e tantos outros.

Mesmo que você não goste do tipo de livro ou assunto que eles escrevem, quebre a sua barreira internar para saber o que autores reconhecidos fazem.

Atualmente eu estou lendo um romance erótico, nunca na vida eu achei que leria esse tipo de livro. Mas é uma forma de conseguir sair do meu padrão de leitura e entender um universo que não é o meu.

Você pode estar se perguntando: “Onde encontrar tempo para ler tantas coisas?”. A minha resposta para isso é simplesmente crie o hábito de ler, e tenha em mão um livro e leve ele para o onde você for, cada momento que você conseguir será uma oportunidade para deverá-lo.

Uma das coisas que tem me ajudado muito a aumentar o número de livros lidos é o Kindle da Amazon que comprei recentemente.

Ele é ótimo para ler livros digitais, livros que são difíceis de serem encontrados na biblioteca. E também tem o Kindle Unlimited, que você paga R$19,90 por mês e tem a disposição milhares de livros sobre diversos assuntos para ler gratuitamente.

>>> Clique Aqui Para Saber Sobre o Kindle

Bons escritores são bons leitores. PONTO!

Entretanto, ler é apenas metade da batalha. Como bom escritor você precisa construir o hábito da escrita.

Escrever não é um talento, um dom dado por Deus. É algo que você aprende e melhora com o tempo, isso precisa de pratica e milhares de horas praticando para se tornar um bom escritor.

Como melhorar minha escrita em pouco tempo?

Você pode ler livros que te ensinem como escrever melhor, você pode criar um diário pessoal, onde você conta como foi o seu dia.

Não importa o que você vai escrever, você simplesmente precisa escrever. Se você precisa fazer um TCC por exemplo, e ainda tem algum tempo para escrever sobre o assunto, leve o tempo que for necessário na sua pesquisa, tome notas de tudo o que você estudar.

Coloque uma meta para você por dia. Exemplo:

  • 20 minutos de leitura diária de um conteúdo de não ficção.
  • 20 minutos de leitura diária de um conteúdo de ficção.
  • 1000 palavras escrita por dia por 3 meses e depois 2000 palavras por dia.

Elimine essas 5 crenças limitantes sobre escrita e você será um grande autor

1 – Escrever rápido é ruim.

Substitua essa informação por: Muitos autores de sucesso são rápidos escritores.

Muitas pessoas ficam presas e estagnadas, modelando e estruturando cada parágrafo, lendo e relendo cada frase. Em algum ponto isso é bom, mas quando você precisa produzir você precisa ser rápido.

Deixe suas ideias fluirem para a ponta da sua pena, deixe a revisão para que depois do capítulo estiver pronto.

Você sempre pode deletar palavras que você não gostar depois, mas você não pode deixar uma ideia presa em sua mente.

2 – Você nunca vai ganhar dinheiro escrevendo.

Substitua essa crença por: Muitos autores ganham dinheiro vendendo ebook pela internet.

Entenda a seguinte afirmação: NA INTERNET O CONTEÚDO É REI.

Basicamente, sites e negócios são construídos através do conteúdo, o meu negócio é construído através do conteúdo. Comece publicando posts num blog pessoal, use suas mídias sociais para se promover, crie um perfil na Amazon para vender seus livros na versão digital, ou simplesmente crie uma página de vendas e venda ali o seu livro.

As pessoas estão dispostas a pagar por algo que seja bom, crie algo bom e dê isso a elas.

3 – Ninguém está interessado por aquilo que você tem a dizer.

Substitua essa crença por: Se eu tenho interesse nisso, então existe uma audiência, um público como eu pronto para saber sobre esse assunto.

Enquanto você está procurando sobre a popularidade e/ou se as pessoas tem interesse, você poderia estar ocupado produzindo.

Preocupe-se em colocar sua autenticidade e deixar a sua marca naquilo que você está produzindo.

Lembre-se: Você pode dar o seu tempo e sabor em algo que já é conhecido, mas trazer suas características próprias, e traduzir tudo numa linguagem simples e direta para os leitores.

4 – Eu nunca vou saber o que dizer.

Substitua essa crença por: As palavras virão.

Essa crença gera muitos bloqueios na hora das pessoas começarem a produzir um texto. Já tive muitos amigos que não conseguiram fazer seus TCCs porque acreditavam que não conseguiriam porque não saberiam o que dizer. Mesmo tendo estudado anos aquele assunto.

Já conheci mentes brilhantes que conseguiam falar por horas sobre determinado assunto, mas tinham medo das palavras não surgirem na hora de colocar no papel.

Escreva do jeito que você fala, faça como se fosse uma conversa.

5 – Minha escrita (gramática, pontuação e estrutura) não são boas o suficiente.

Substitua essa crença por: Eu posso ter um editor ou posso pedir para um amigo revisar o texto e corrigí-lo para mim depois que eu terminar.

Por muito tempo eu contei com a ajuda de um parceiro que revisava todos os meus emails, copys, vídeos, páginas, cartas e posts. Praticamente tudo o que eu escrevia passada depois pelas mãos dele.

E acredite se quiser, muitos erros eram encontrados e até hoje ainda cometo centenas deles, mas continuo a escrever e sou muito bem pago por minhas ideias.

O mais importante é você começar, simplesmente faça e com o tempo você ficará excelente.

“Eu só escrevo quando estou inspirado. Felizmente eu fico inspirado todos dias às 09h da manhã” – William Faulkner

Muitos redatores acreditam que para começar a escrever algo eles precisam estar inspirados. Se você é uma pessoa que depende disso, então você pode mudar.

Você vai encontrar a inspiração quando estiver sentado escrevendo, você encontrará as melhores palavras quando estiver digitando, quando estiver concentrado naquele assunto.

Muitos autores se forçam a produzir, e escrevem textos medianos nas primeiras páginas, até encontrar em si mesmos a inspiração. O que eles precisam fazer é apenas uma espécie de aquecimento da mente e dar asas para a criatividade, desbloquear a mente é abrir a janela para a inspiração, ela aparecerá quando você estiver despreocupado ou menos ansioso. Simplesmente relaxe e deixe acontecer.

E minha e grande dica e talvez a mais importante, você só aprende a nadar se entrar na água. Para ser um bom escritor você precisa escrever, então, pegue uma nova folhe e comece.

Dê vida àquele projeto que estava parado. Você pode!