7 Hacks de Redação com PNL

7 Hacks de Redação com PNL
4.3 (86.67%) 6 votos

Neste episódio, eu vou falar sobre a PNL ou Programação Neurolinguística. Como os mestres da copy usam a PNL para aprimorar suas copys e ainda, você aprenderá alguns princípios básicos para melhorar sua habilidade como redator.

Se você nunca estudou nada sobre o assunto, este artigo será um bom começo.

A fórmula da excelência humana, assim que ficou reconhecida internacionalmente a PNL. Ela é uma ferramenta que utiliza a comunicação para potencializar o ser humano. Ela ficou conhecida por sua grande eficiência em atingir os resultados desejados e, exatamente por este motivo, é procurada por todos aqueles que procuram tornar-se uma melhor versão de si mesmos.

Um estudante de informática e um professor de linguística generativa fascinados pela genialidade e resultados dos psico-terapeutas Fritz Pearls, Virgínia Satir e do psiquiatra Milton Erickson (ainda farei um artigo sobre ele) a empenharam-se em observar e codificar os seus padrões de comportamento e comunicação.

Ao reproduzir esses padrões, conseguiam resultados tão bons ou próximos do nível dos seus modelos, geniais na sua área. Perceberam que, com essa codificação, não só conseguiam reproduzir os resultados, como podiam ensinar outras pessoas a conseguir o mesmo.

Rapidamente deram-se conta de que o que tinham em mãos não era só uma aprendizagem, mas sim um método de aprendizagem e transformação humana acelerada. Decidiram então batizar a sua metodologia de Programação Neurolinguística.

De qualquer forma, isso é apenas um pouco sobre a PNL. O meu objetivo aqui é te ensinar alguns hacks da PNL para integrar em sua copy e tornar seus textos matadores.

1 – Interrupções de Padrão

O que é uma interrupção de padrão? A forma mais fácil de você entender isso, é entendendo qual é o objetivo de uma interrupção de padrão e como normalmente ela é produzida.

Se você é como eu, provavelmente, deve receber ligações de empresas de telemarketing com frequência (eu sei é uma droga). E se você é como a maioria das pessoas, você provavelmente desliga ou faz de tudo pra desligar o telefone o quanto antes quando descobre que é uma empresa de telemarketing.

Quando o operador se identifica: “Olá, aqui é o Fulano de Tal e eu estou ligando da Morto Operadora de Celular para falar sobre um novo plano que está disponível para o senhor….”.

Ao saber desta informação, você tentaria desligar o telefone o quanto antes. Este é um padrão já conhecido, e provavelmente indesejado.

Agora imagine outra situação, o operador liga e diz: “Oi “NOME’, quando você está em casa, você gosta de assistir filmes e séries comendo pipoca? ”

Em vez de entrar imediatamente no modo “defesa de telemarketing”, você parava para pensar por um minuto, aqui está o poder de uma interrupção de padrão.

O operador faz uma pergunta que foge daquilo que é comum, daquilo que é esperado e faz com que você pare para pensar.

Agora onde injetar esse tipo de interrupção de padrão em sua copy?

Um dos exemplos mais comuns que você verá de copywriters que tentam usar interrupções de padrões são as palavras “ATENÇÃO!” Ou “CUIDADO!”. Normalmente, você as encontrará nas headlines.

Eu acredito que são ótimas interrupções e muitos redatores as utilizam, porém, vejo que elas não sejam tão eficazes como antes.

O meu conselho é que você deve ser criativo, pensar fora da caixa. A grande sacada está em utilizar algo que não é esperado.

Existe ainda a quebra de padrão criada pelo copywriter americano Jon Benson. Onde ele começa o vídeo com algo do tipo: “Olá, meu nome é Jon é essa é uma vaca roxa, e eu vou te contar como ela pode te transformar em um milionário”

Mas você deve ter muito cuidado ao utilizar esse tipo de abordagem, ela deve fazer total sentido com o seu produto .

2 – Comandos embutidos

O próximo hack de PNL é chamado de comandos embutidos. É quando você tenta implantar um pensamento no subconsciente de alguém. Normalmente, isso é feito verbalmente e o orador enfatiza o comando embutido enquanto estiver falando.

Eu não lhe diria _, porque …
De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha negativa inicial quebra a resistência, e a palavra mágica “porque” atribui autoridade ao que digo ao mesmo tempo em que desvia a atenção do comando embutido. Exemplo: Eu não lhe diria faça seu pedido agora, porque você já sabe que este é o melhor momento.

Eu poderia lhe dizer que________, mas …
Você não pode colocar nenhuma objeção, já que eu apenas estou comunicando o que posso fazer. O “mas” desconsidera o dito e engana a atenção consciente.
Exemplo: Eu poderia lhe dizer que o cuidado com os cabelos é fundamental para a saúde, mas prefiro que você descubra por si mesmo.

Mais cedo ou mais tarde, …
Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos, no que pressupõe a inevitabilidade dos mesmos.
Exemplo: Mais cedo ou mais tarde, você vai perceber mais profundamente as vantagens desta escolha.

Algum dia (ou em algum lugar)…
Mesmo caso do anterior. Pressupõe-se que algo inevitavelmente irá acontecer, algum dia ou em algum lugar. Então é melhor que você já comece imaginar isto agora e deixe acontecer.
Exemplo: Algum dia, você vai rir das preocupações atuais.

3 – Palavras de padrão de consciência

Na PNL, as palavras do padrão de consciência são palavras que subliminarmente implantam sugestões. São palavras como: observe, veja, perceba, sinta, experimente, compreenda e descubra.

Basicamente, a crença é que quando as pessoas lêem uma palavra de consciência, suas habilidades de pensamento crítico vão no piloto automático e elas apenas assumem que tudo que segue a palavra de consciência é verdadeiro.

Então, novamente, a melhor maneira de destacar essa tática de PNL é com um exemplo:

Tenho certeza de que você percebeu como as táticas de PNL para copywriting podem ser poderosas.

Aposto que você percebeu que com essas estratégias, você pode realmente melhorar suas habilidades de copy.

Eu sei que com essas táticas, você experimentará taxas de conversão 2X mais altas das que têm agora.

De qualquer forma é importante você conhecer sobre esse assunto e se aperfeiçoar em PNL.

Jon Benson, que é um dos maiores copywriter e o cara que afirma ter inventado a VSL, usa palavras de padrão de consciência em seus slides. Quando ele faz, ele faz a palavra padrão de consciência na cor vermelha, ao invés de preta, isso como uma forma de chamar a atenção e de dar destaque.

4 – Yes Set!

Eu gosto muito disso. Seu objetivo com essa técnica é fazer com que as pessoas em potencial digam “sim” com frequência ao ler ou ouvir sua copy.

Você faz isso utilizando perguntas fechadas, onde você sabe que o seu potencial cliente responderá com um “SIM”.

Por exemplo, aqui estão algumas perguntas fechadas que você poderia fazer para obter uma resposta “sim”:

  • Não é legal?
  • Estou certo?
  • Isso não é emocionante?
  • Isso está fazendo sentido?
  • Você pode imaginar isso acontecendo com você?
  • Você gostaria de ter mais sucesso na sua vida financeira?

A razão pelo qual isso é tão poderoso é que o nosso cérebro aprender facilmente padrões, e você registra esse tipo de comportamento na mente dos seus clientes. É importante que você crie esse tipo de conexão antes de apresentar a sua oferta.

Então, uma vez que você apresenta sua oferta, é mais provável que seus possíveis clientes continuem dizendo “sim” e comprem o que você está vendendo.

5 – Vender o próximo passo

Quando você escreve uma headline, seu objetivo é fazer com que seu avatar leia o seu primeiro parágrafo. Quando você escreve o primeiro parágrafo, seu objetivo é levar as pessoas a ler o segundo parágrafo.

Para fazer isso, você precisa prestar atenção onde estão suas perspectivas e entender a conversa que está acontecendo em suas cabeças.

Pense no próximo passo e leve a pessoa até o final da sua copy.

6 – Use fatos triplos.

Isso é interessante. Assim, com um fato triplo, você usará duas declarações verdadeiras e as seguirá com uma declaração que gostaria que seus clientes potenciais aceitassem.

Para dar um exemplo de como funciona.

Este fato triplo é algo que eu poderia usar em um VSL, pouco antes de fazer a transição para minha oferta. Confira:

Eu expliquei para o você o papel importante que a PNL desempenha dentro da sua copy. (VERDADE)

Você também aprendeu que uma copy bem escrita pode aumentar as vendas do seu produto. (VERDADE)

E você sabe que investir tempo aprendendo sobre copywriting pode significar o próximo nível para o seu negócio. (DECLARAÇÃO QUE VOCÊ QUER QUE O SEU AVATAR ACEITE)

De qualquer forma, como você pode ver, esta é apenas mais uma forma de fazer com que o seu avatar entre no que você está dizendo. Embora eu não tenha terminado cada afirmação com uma pergunta para que eu pudesse obter uma resposta “sim”, você quase pode imaginar o avatar concordando com cada uma delas.

7 – Use Quantificadores Universais

Você faz isso o tempo todo, e provavelmente não sabia que havia um termo para isso. Na PNL, os quantificadores universais referem-se a palavras globais como: todos, sempre, todas as vezes e ninguém.

Nos relacionamentos, são palavras que você provavelmente não quer usar, porque quando você diz ao seu cônjuge algo como: “Você sempre esquece a toalha molhada em cima da cama“, a conversa geralmente não acaba bem. Mas, como copywriter, essas são ótimas palavras para usar. Isso é porque eles são tão extremos que estimulam as emoções das pessoas.

Agora, normalmente, você vai querer usar palavras como essas em um dos dois cenários – quando quiser agitar um problema ou quando quiser que o cliente em potencial imagine um estado desejado.

Então, deixe-me dar um exemplo. Digamos que estou tentando despertar emoções em meus clientes, lembrando-lhes o quanto é difícil vender online sem conhecer sobre copywriting. Eu poderia dizer algo como:

Todo mundo sabe que anunciar na internet sem uma boa Copy é desperdiçar dinheiro.
Não importa o quanto você tente, o seu anúncio nunca converte o tanto que deveria – ou pior te dá prejuízo!
E até agora, ninguém oferecia uma solução que ajudasse a todos – independentemente do seu tipo de negócio, experiência ou produto.

Como você pode ver, estou tentando agitar um ponto de dor com quantificadores universais antes de lançar uma descrição da minha solução.

Você poderia fazer a mesma coisa quando quiser que alguém imagine como seria sua vida depois de comprar o seu produto. Seria desta forma:

Imagine os seus anúncios convertendo todas as vezes. Como seria para você ver seus produtos vendendo todos os dias e sempre com o ROI no talo, isso seria o ideal para você?

Agora que você já tem um bom entendimento do uso da PNL dentro da Copy, eu vou encerrar o nosso episódio por aqui.

A propósito, nessa frase, incluí um bônus para você. Comecei a frase dizendo: “Agora que você já tem um bom entendimento do uso da PNL ”. Às vezes, os copywriters colocam a frase “Agora que” na copy para influenciar as perspectivas em um nível subconsciente e levar o avatar fazer uma compra.

E tendo dito isso, chegamos no final deste episódio. No próximo episódio eu vou falar como você pode ganhar mais dinheiro roubando ideias. Vejo você lá.